Share
5 melhores adaptações recentes do cinema

5 melhores adaptações recentes do cinema

Filmes baseados em livros que todos deveriam assistir e ler

O cinema está repleto de adaptações fantásticas, que nos apresentam uma versão de como seriam os nossos personagens preferidos nas telonas, como os clássicos ‘Silêncio dos Inocentes’ (1991), ‘Apocalipse Now’ (1979), ‘O Iluminado’ (1980), ‘Clube da Luta’ (1999), ‘Psicose’ (1960), ‘O Poderoso Chefão’ (1972) e muitos outros. Mas para hoje, separamos as 5 melhores adaptações mais recentes do cinema, com filmes que todos deveriam assistir ao menos uma vez, por suas lições e beleza. Confira!

As Vantagens de Ser Invisível (2012)

 O drama de amadurecimento acompanha um garoto de 15 anos, Charlie (Logan Lerman), no momento de sua entrada no ensino médio. Ele se recupera de uma depressão, e convive com a perda recente de um amigo e as lembranças da morte da tia em um acidente. Ao ingressar à escola, porém, ele conhece Sam (Emma Watson) e seu meio-irmão Patrick (Ezra Miller), momento esse que sua jornada de descoberta, socialização e crescimento começa. Uma história incrível, com atuações, diálogos e fotografias impecáveis, que serve para todo o tipo de público.

O Quarto de Jack (2015)

O filme é contado com o olhar de Jack (Jacob Tremblay), um menino de cinco anos que vai percebendo o mundo além das quatro paredes do seu cativeiro. Fruto dos estupros sofridos por sua mãe, sequestrada aos 17 anos, Jack acredita que o mundo é o ‘quarto’ em que vive, com sua cozinha improvisada, banheiro e cama no mesmo ambiente. Para criar uma realidade mais otimista para o filho, a mãe (Brie Larson), atriz vencedora do Oscar de melhor atriz, rejeita o mundo externo, criando um universo particular com o pouco que tinha. Brie constrói bem a personagem, transformando sua dor em força quando é confrontada pela maternidade e desejo de fuga. Ele é a base do longa, essencial no desenvolvimento de uma história que depende completamente da empatia do público. Filme obrigatório!

Tudo e Todas as Coisas (2017)

Na trama, Maddie (Amanda Stenberg) é uma garota de 18 anos que convive com uma doença rara que a impede de sair de casa. Segundo a menina, ela se sente como uma astronauta presa fora da Terra, e a metáfora é muito bem aplicada no longa, com cenas onde o homem espacial a representa nos lugares que ela não pode ir. Tudo muda quando Maddie conhece Olly (Nick Robinson), seu novo vizinho. Os dois começam a se comunicar pela janela do quarto e depois, via celular, e Maddie acaba abrindo os olhos para um mundo que ela nunca viveu fora de sua luxuosa ‘prisão’. Tudo e Todas As Coisas é doce, leve e muito bonito, como o livro. Um filme para toda a família.

Extraordinário (2017)

Essa é a história de Auggie (Jacob Tremblay), um garoto que tem uma deformidade facial e está prestes a começar na escola pela primeira vez. É um filme que aborda o bullying de forma pertinente, mas ao mesmo tempo leve. As interações entre Auggie e a mãe (Julia Roberts), são muito emocionantes, e a atriz brasileira Sônia Braga também participa da trama, fazendo a avó materna do protagonista. Um filme sobre empatia e amadurecimento, tanto de pessoas, quanto da sociedade. Todos devem assistir e se emocionar.

 

Com Amor, Simon (2018)

Com Amor, Simon traz uma proposta bastante simples, mas frequentemente mal executada: mostrar a vida de um adolescente, através da ótica LGBT, e que neste filme funciona com muita maestria. O longa conta a história de Simon (Nick Robison), um adolescente que está mudando a forma de encarar a própria homossexualidade, sem resumir a existência dele a esse aspecto, mas também sem ter medo de dar o peso que essa parcela de sua personalidade deve ter.

O filme garante cenas emocionantes e a sensibilidade que brota das relações interpessoais é muito orgânica. Com Amor, Simon acerta ao não abordar a orientação sexual do protagonista dentro da lógica da descoberta, ou seja, como algo que não estava ali e, de repente, apareceu. O auto entendimento é mostrado como um processo e, mesmo assim, não é o foco da história do personagem. Um filme que funciona e que todos devem assistir.

Leave a Comment