Share
Stan Lee: de 1922 para o infinito

Stan Lee: de 1922 para o infinito

Como disse o quadrinista “a vida nunca é completa sem seus desafios”

Stanley Martin Lieber nasceu em 28 de dezembro de 1922, em Nova Iorque, nos Estados Unidos. Começou a trabalhar em HQs com o pseudônimo de Stan Lee em 1939, contratado por John Goodman, fundador da Timely.

Do signo de capricórnio, casou-se em dezembro de 1947 com Joan Lee – teve dois filhos. Batizava seus personagens com nome e sobrenome iniciados pela mesma letra para ajudar na memorização e os óculos escuros é uma de suas marcas registradas.

Seu primeiro trabalho com quadrinhos foi no ano de 1941, na terceira edição do Capitão América e, sua estreia foi aos 17 anos, porém, em 1942 foi promovido a editor. Em 1972 se tornou editor e diretor da Marvel.

Nos anos 80, Stan Lee foi narrador de séries animadas do Homem-Aranha e Hulk. Em 1989 fez papel de jurado em um episódio de O Incrível Hulk na televisão, além de ter aparecido como ele mesmo em outras produções como Quarteto Fantástico e o Surfista Prateado (2007), Homem de Ferro (2008), Homem de Ferro 2 (2010), e também em 2010 apareceu no seriado geek The Big Bang Theory, entre outras aparições.

Stan Lee foi presentado com uma estrela na tradicional Calçada da Fama, em 2011, no número 2.428, em frente ao Live Nation Building, em Los Angeles, Califórnia.

As mais famosas criações de Stan Lee

Stan Lee tem diversas criações, entre elas Avengers no original em inglês, Os Vingadores formam um grupo de super-heróis de história em quadrinhos, publicados nos Estados Unidos pela editora Marvel Comics. A equipe também aparece em adaptações da Marvel para cinema, desenho animado e videogames.

A formação original, criada por Stan Leen, Jack Kirby e Dick Avers como resposta à Liga da Justiça, é composta por Thor, Homem de Ferro, Vespa, Homem-Formiga, Hulk e o Capitão América.

Além dos Vingadores, Stan Lee criou o Quarteto Fantástico, em 1961, O Incrível Hulk, em 1962 e o Homem-Aranha, em 1962, sendo que, este último é considerado a grande criação dele.

O personagem alter-ego de Peter Parker surgiu, pela primeira vez, em Amazing Fantasy #15, de 1962 – um talentoso jovem fotógrafo freelancer, aspirante cientista, que adquiriu habilidades sobre-humanas depois de ser picado por uma aranha radioativa, geneticamente alterada. Com design criado por Steve Ditko, conquistou leitores e, posteriormente, os espectadores das séries de televisão e filmes, por sua humanidade.

O Homem-Aranha, diferentemente de grande parte dos heróis, é um personagem com dilemas humanos: órfão, nascido e criado em uma das partes mais simples de Nova Iorque, o Queens, administra sua vida acadêmica e profissional junto com o heroísmo, ele é extremamente próximo de seu público.

Segundo Stan Lee, quando perguntaram qual teria sido a inspiração para a antológica frase do personagem “Com grandes poderes, vem grandes responsabilidades”, disse que simplesmente surgiu em sua mente e a utilizou.

Leave a Comment